terça-feira, 16 de janeiro de 2018

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: VEREADOR É PRESO SUSPEITO DE FRAUDAR E DIRECIONAR LICITAÇÕES!



Parlamentar é um dos seis alvos da oitava fase da Operação Pecúlio, deflagrada nesta terça-feira (16), pela Polícia Federal.
O vereador Dr. Brito é apontado pelo MPF como o principal beneficiário do esquema fraudulento (Foto: Câmara Municipal de Foz do Iguaçu/Divulgação)
O vereador Dr. Brito, do Patriota, e outras cinco pessoas foram presas nesta terça-feira (16) na oitava fase da Operação Pecúlio. A ação coordenada pela Polícia Federal (PF), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, investiga supostas fraudes em licitações na área da Saúde.
Segundo o procurador Alexandre Porciúncula, Dr. Brito é o líder e o principal beneficiário do esquema criminoso.
“Ele é pré-candidato a deputado estadual e visava angariar dinheiro para a campanha”, destacou ao apontar o servidor e assessor de imprensa do vereador, José Reis, conhecido como Cazuza, como o mentor intelectual.
O advogado Oswaldo Loureiro, que defende o vereador Dr. Brito e o assessor de imprensa José Reis disse que vai pedir à PF que o interrogatório do parlamentar seja feito à tarde, após a quebra do sigilo das investigações. Desta maneira, adiantou, o vereador poderá saber quais as acusações pesam contra ele.

CATÓLICO PODE SER MAÇOM? ... EXPLICAÇÃO DO PADRE PAULO!!!







Mesmo quando, como já se disse, não houvesse uma obrigação explícita de professar
o relativismo como doutrina, todavia a força "relativizante" de uma tal fraternidade,
pela sua mesma lógica intrínseca tem em si a capacidade de transformar a estrutura
do ato de fé de modo tão radical que não é aceitável por parte de um cristão, "ao
qual é cara a sua fé" (Leão XIII). Esta subversão na estrutura fundamental do ato
de fé, realiza-se, além disso, geralmente, de modo suave e sem ser advertida:
a sólida adesão à verdade de Deus, revelada na Igreja, torna-se simples pertença
de uma instituição, considerada como uma forma expressiva particular ao lado de
outras formas expressivas, mais ou menos igualmente possíveis e válidas, do
orientar-se do homem para o eterno.

Precisamente considerando todos estes elementos a Declaração da Sagrada
Congregação afirma que a inscrição nas associações maçônicas "está proibida
pela Igreja" e os fiéis que nelas se inscreverem "estão em estado de pecado grave
e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão".
Com esta última expressão, a Sagrada Congregação indica aos fiéis que tal inscrição
constitui objetivamente um pecado grave e, precisando que os aderentes a uma
associação maçônica não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão, ela quer
iluminar a consciência dos fiéis sobre uma grave consequência que lhes advém
da sua adesão a uma loja maçônica.

A Sagrada Congregação declara por fim que "não compete às autoridades
eclesiásticas locais pronunciarem-se sobre a natureza das associações
maçônicas, com um juízo que implique derrogação de quanto acima estabelecido".
A este propósito o texto faz também referência à Declaração de 17 de
fevereiro de 1981, a qual já reservava à Sé Apostólica todo o pronunciamento
sobre a natureza destas associações que tivesse implicado derrogações da lei
canônica então em vigor (cân. 2335).

Do mesmo modo o novo documento emitido pela S.C.D.F. em novembro
de 1983, exprime idênticas intenções de reserva relativamente a
pronunciamentos que divergissem do juízo aqui formulado sobre a
inconciliabilidade dos princípios da maçonaria com a fé católica, sobre
a gravidade do ato de se inscrever numa loja e sobre a consequência
que daí deriva para se aproximar da Sagrada Comunhão. Esta disposição
indica que, apesar da diversidade que pode subsistir entre as obediências
maçônicas, em particular na sua atitude declarada para com a Igreja,
a Sé Apostólica nota-lhes alguns princípios comuns, que requerem uma
mesma avaliação por parte de todas as autoridades eclesiásticas.

Só Jesus Cristo é, de fato, o Mestre da Verdade e só n’Ele os cristãos podem
encontrar a luz e a força para viver segundo o desígnio de Deus, trabalhando
para o verdadeiro bem dos seus irmãos."

AS FLORES QUE ENCANTAM NOSSOS OLHOS... A NATUREZA SE TRANSFORMA EM BELEZA!






Flores espalhadas pelos jardins, zona rural e pelos canteiros de nossa cidade!

















Ter flores dentro de casa é sempre bom para alegrar o ambiente. Mas nem todas as espécias vivem bem em ambientes fechados. Isso acontece principalmente em função da baixa ou nenhuma incidência de sol, que impedem o cultivo, pois algumas delas são bem exigentes no quesito luz. “Não são muitas as plantas que podem ser cultivadas dentro de casa, mas há as algumas que possuem lindas flores, como o Antúrio vermelho, lírio da paz, as orquídeas, as bromélias, as violetas e a flor da fortuna,”, afirma a paisagista Beatriz de Santiago.
Para quem quer cultivar flores em ambientes internos, ela lista quais são as cinco melhores e como devem ser os cuidados específicos. “Na verdade não existe um regra, mas a frequência e a quantidade depende da época do ano e do tamanho do vaso. Mas já aconteceu de clientes relatarem exatamente o contrário do que a experiência diz, então acho que cada pessoa deve acompanhar sua planta de perto”, orienta.
Antúrio vermelho: Ele tem uma inflorescência exótica, é muito usado dentro de casa por não gostar de muito sol. Dizem as vovozinhas que, antigamente, ele era muito usado para tirar o mau olhado. Elas duram muito.
Lírio da paz: Também tem uma inflorescência duradoura. A cor é branca e dizem que essa planta, até pelo próprio nome, traz paz ao ambiente.
Orquídeas: As orquídeas são lindas e, como gostam de lugares protegidos, elas podem ficar dentro de casa. Não gostam de muita água.
Bromélias: São plantas decorativas, deixam qualquer ambiente alegre. O melhor é que elas também não precisam de frequentes regas.
Violetas: As violetinhas são famosas e muito conhecidas pela charmosa floração. Essas já gostam de um pouquinho mais de água.
Flor da fortuna: A flor da fortuna ou kalanchoe é uma plantinha de intensa floração das mais variadas, e dizem que trazem fortuna e felicidade. A durabilidade da floração é grande. Não pode ser regada com frequência, já que o caule e as folhas armazenam muita água.

PADRE FÁBIO DE MELO, DISSE: " HÁ FACULDADES FRAUDANDO O GOVERNO!"